Mochileira de Jesus

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Quando chegar a peste


por Lysa TerKeurst



Lembra-te da minha aflição e do meu pranto, do absinto e do fel. Minha alma certamente disto se lembra, e se abate dentro de mim. Disto me recordarei na minha mente; por isso esperarei. As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade. Lamentações 3:19-23

Recentemente, meu marido tomou a decisão de cortar uma árvore do nosso quintal. Ele consultou um profissional que lhe disse que a árvore estava doente e uma tempestade poderia causar sua queda. Além disso, estava caindo umas coisas espinhosas que faziam sujeira e deixavam meu marido louco.

Assim, com uma decisão rápida e alguns homens fortes, a árvore se foi.

Eu não participei de nenhuma conversas sobre a árvore.

Eu não sabia que ela estava doente.

Eu não sabia que ela poderia cair durante uma tempestade e prejudicar a nossa casa ou os nossos carros.

Eu não me importava com as coisas espinhosas que caiam dela.

Tudo o que eu sabia era que quando abri a porta da frente, aquela árvore alta, linda, que me dava sombra, estava cortada, meu coração acelerou com a visão. O que raios era isso? Liguei para o meu marido em pânico.

Sua explicação calma e tranquilizadora não me fez sentir melhor. Toda vez que eu olhava para fora, tudo o que eu podia ver era o tronco, o buraco na paisagem típica do nosso jardim e a sombra que estava faltando.

Eu não conseguia parar de pensar sobre isso, e antes que eu percebesse uma peste havia tomado conta de mim, pois, estava hiper focada no que estava faltando e não podia ver a abundância do que estava lá e a vista mais ampla que a queda da árvore deixou.

Vivemos em um sitio onde temos inúmeras árvores ao redor da nossa casa. Montes e montes de árvores. Uma árvore morta se tornou uma peste na minha casa e eu deixei de observar todas as outras vivas.

Distraída pela coisa errada, eu perdi a oportunidade de ver muitas coisas certas.

Eu acho que essa é uma tática que o mal usa contra mim. Contra você. Contra nós.

O diabo gosta de nos fazer focar no pouco que há de errado para que não possamos ver a paisagem de tudo que está certo.

Recentemente notei algo em Lamentações capítulo 3, versículos 19-23, que me deu uma nova estratégia. Veja como perspectiva deprimente do escritor se vira quando ele intencionalmente chama coisas melhores à mente:

Lembra-te da minha aflição e do meu pranto, do absinto e do fel. Minha alma certamente disto se lembra, e se abate dentro de mim. Disto me recordarei na minha mente; por isso esperarei. As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade. 

Então, hoje, antes de eu ser invadida por uma peste de pensamentos maus, olhando para as coisas que estão erradas, eu vou parar e pensar: "MAS" ... e começar listar as coisas que estão bem.

Meu quintal está faltando uma árvore, MAS ... meu marido prometeu plantar uma nova. Uma que não estará doente e não vai deixar cair coisas espinhosas.

Meu marido não me falou nada sobre a árvore antes de derrubar, MAS... ele estava sendo protetor da minha família. Aquele que se importa o suficiente para cuidar do que precisa ser cuidado. Uma pessoa que eu posso confiar.

Eu tenho uma tendência a escrever um twit sobre coisas pequenas, MAS... hoje é um novo dia, com novas possibilidades. E eu vou tentar lembrar tudo que está bem em vez de focalizar no pouco que pode estar mal.

Caro Senhor, eu quero seguir seu ensino e focar nas bênçãos que estão na minha vida. Por favor, ajude-me a aprender a olhar através de sua lente e ver hoje como um novo dia cheio de suas misericórdias. Misericórdias para mim, e misericórdias para os outros. Em nome de Jesus, amém.


Reflita e responda:
Qual a situação em sua vida em que você precisa mudar o foco? Para Lysa, a solução foi olhar para as muitas coisas que estavam bem em sua vida, em vez de se concentrar em uma coisa que estava errada.

Faça uma lista de seus "mas" e como você vê as misericórdias de Deus neles.

Versículos para reflexão:

I Tessalonicenses 5:16-18: "Regozijai-vos sempre.Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco."

Filipenses 4:8: "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai."


Texto escrito por Lysa TerKeurst traduzido do site:
http://www.proverbs31.org/devotions/

2 comentários:

  1. OLHA EU AMEI SUA POSTAGEM, NUM OUTRO DIA DESSES EU ESTAVA A RECLAMAR PORQUE ACHAVA RUIM OS COSTUMES DE UMA IGREJA E DIZIA: ELES QUEREM NOS PODAR...NA MESMA HORA O ESPÍRITO SANTO ME DISSE:MAS A PODA VEM PARA O BEM PARA QUE HAJA CRESCIMENTO. ENTÃO EU CÁ EM MIM E GLORIFIQUEI O NOME DO SENHOR!ME VISITE NO BLOG.http:/ideaoscampos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz que você tenha se identificado com a postagem! Não é fácil ser "podado" pelas mãos de homens, mas temos que ter a certeza que é com a permissão de Deus e tudo é para nosso bem. No meu ministério também me sinto assim e sempre quando estou correndo em direção a uma meta, alguém vem e diz que eu preciso ir devagar.

    Lindo seu blog, estou seguindo!!

    ResponderExcluir