Mochileira de Jesus

segunda-feira, 2 de julho de 2012

O evangelho no Brasil cresceu, será?

Segundo os dados do censo de 2010, os evangélicos tiveram um crescimento de 61% em 10 anos e representam mais de 22% da população brasileira.


Essa semana tive um susto de conversar com o líder de evangelismo de uma igreja no Brasil e ele me dizer que não iria mais evangelizar fora, e sim dentro da igreja.


Logo depois saiu o resultado do censo e os evangelistas comemoram os 10 anos de trabalho, e não dúvido mesmo que o número das pessoas que se declaram evangelicas cresceu, mas não quer dizer que o evangelho cresceu junto.

A conversão de uma pessoa implica em uma mudança de comportamento, o qual é adotado como estilo de vida dentro dos principios cristãos e isso gera uma transformação de carater e conduta.


O número de evangelicos cresceu consideravelmente como vemos no gráfico, porém isso não teve um impacto na conduta e mudança de comportamento da população em geral, ao menos é o que mostra os gráficos:





Enquanto estive no Brasil, graças a Deus, evangelizei muitas pessoas, organizei shows, eventos, fiz evangelismo na rua, na praça e até já preguei dentro da igreja católica. Mas para quem estamos sendo igreja? Para quem estamos sendo luz? Será que estamos iluminando nosso país, ou somente prosperando e mostrando a "glória de Deus" com nosso extrato bancário?

Qual é o propósito da nossa vida cristã? O que significa ser "sal da terra e luz do mundo", seguramente não é ser rico financeiramente.

As pessoas estão se suicidando cada dia mais, usando drogas e matando umas a outras e nós como igreja estamos preocupados com dinheiro aparecer na conta, aumento de salário e reforma de templos. Não digo que essas coisas não são importantes, mas não deveriamos nos preocupar com isso...

O que vou comer? Onde vou morar? Que roupa vou vestir? Onde vou trabalhar?

Porque as nações do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que precisais delas. Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. 
Lucas 12:30-31

Esse texto tão usado para pregar sobre oferta, na verdade está falando sobre onde está nosso coração e a nossa mente, se estamos somente buscando as coisas materiais ou se realmente estamos interessados nas coisas espírituais.

Jesus nos deixou a missão de ir por todo o mundo e pregar o evangelho a cada criatura, nos pediu para que nos preocupemos com isso e dediquemos nossa vida a grande comissão, mas ao invés disso vamos a igreja, fazemos campanhas, orações, jejuns para comprar um carro novo.

"O amor não é egoísta", então porque eu não deixo de olhar para o que está faltando na minha casa, no meu guarda-roupa e na minha garagem e começo a ver o que está faltando no  meu bairro / cidade / país?

Somos agentes de transformação, não de nós mesmo e sim do mundo onde estamos inseridos, enquanto o Espírito Santo age em nós, deveriamos estar agindo no mundo.

Seguramente Jesus não morreu por você, somente para que você fosse salvo, o propósito de Deus para sua vida não termina com a sua salvação (ou você morreria logo após de ser batizado). Mas Deus quer usar sua salvação para gerar salvações!

Verdadeiras salvações, que não apenas mudaram uma pesquisa sobre religião, mas também sobre indices de suicidios, uso de drogas, prostituição, violencia, etc.

A igreja tem que ser um centro de transformação no ambiente que está inserida, e a verdadeira igreja somos nós, templos do Esp. Santo que devemos levar transformação para nossos lares, família, ambiente de trabalho, supermercado e fazer de locais de maldição centros da glória do nosso Senhor.

Amém!



Um comentário:

  1. O povo não aprendeu a ler a bíblia, se tivesse uma pesquisa voces iriam ficar surpresos do numero de cristãos que ainda não leram a mesma!

    METANÓIA e reforma já!

    ResponderExcluir