Mochileira de Jesus

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Machucou? Quando casar sara...

Esse é o velha e sem graça brincadeira que provavelmente sua vó te falou toda vez que você caiu e raspou o joelho no chão. E hoje estou casada, mas nem tudo sarou.

A Bíblia trata o casamento como "onde dois se tornam uma só carne" fora o lado físico sexual de tudo isso, também se trata de se unir com todo "corpo e alma" a uma pessoa diferente. Todo encaixe perfeito gera atrito e é ai nesse momento da junção que sai a casquinha da ferida e tudo volta doer. 

Muitas das feridas do passado hoje são cicatrizes que contam uma história que vivemos com Deus, mas alguns dos machucados que supostamente não existem mais, só estão cobertos por uma fina capa superficial (também conhecida como "deixa pra lá") que no menor dos atritos vai acabar expondo toda a dor que seu corpo já tinha esquecido.

Alguns dos relacionamentos que pude observar terminam exatamente por "mexer no que está quieto" que são simplesmente feridas não curadas e ignoradas com o passar do tempo. Mas ao torna-se um só corpo, a dor do seu mendinho também dói no se conjugue e  não existe casamento saudável com pessoas espiritualmente enfermas.

A melhor decisão da minha vida, depois de reconhecer a Jesus como salvador, foi com certeza dizer "sim" aquele garoto branquelo falando português enrolado.

Casamento é a melhor ideia de Deus e me sinto muito feliz em viver em plenitude o amor projetado pelo Criador. Falo isso porque se não fosse meu marido eu nunca iria descobrir que por muito tempo vivi doente sem saber, e por mais que é difícil e vergonhoso expor e deixar outra pessoa limpar e desinfeccionar aquela velha e feia ferida, é o que hoje me permite desfrutar o máximo de cada momento sem medo de novas lesões.

Umas semanas atrás vimos um grupo de garotos organizando uma despedida de solteiro, o noivo estava com a tradicional camiseta "game over" e todos os outros com uma camiseta "nós jogaremos por você amigo". Pensei junto com meu marido que distorcionada visão do casamento, ainda que é só uma brincadeira, no fundo muitos sentem que é o fim de muitas coisas boas da vida.

Ficamos pensando o que faz as pessoas pensarem assim, até mesmo na igreja quando vem a gente colados o tempo todo e ficam sabendo que passamos a maior parte do dia juntos e amamos isso, sempre perguntam: "Há quanto tempo vocês são casados?". Depois da nossa resposta vem a exclamação: "Aaah.. por isso vocês são assim".

Temos consciência que o relacionamento vai mudando com o passar dos anos, depois dos filhos, alterações hormonais e etc, mas nenhuma regra diz que tem que ser para pior. Deus é o que renova todas as coisas, incluso o primeiro amor.

Realmente o casamento não sara, mas expõe muitas feridas e é nossa decisão expor e permitir que Deus cure ou "deixar pra lá" até que se torne uma infecção.

Só ele cura os de coração quebrantado e cuida das suas feridas. Salmos 147:3






Nenhum comentário:

Postar um comentário