Mochileira de Jesus

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Nasci assim, cresci assim e vou morrer assim?

Essa é uma frase popular, geralmente usada para demonstrar teimosia e persistência. Quando eu era criança ouvi muitas vezes meus avós dizerem isso, por um motivo ou por outro essa frase rondava minha família.

Já passou muito tempo e a expressão "eu nasci assim" continua presente nas conversações, muitas vezes para se auto-justificar, evitar criticas e quase sempre vem acompanhada pelo jargão "Deus me aceita como sou" para então encerrar de vez a conversa.

Mas o que diz a Bíblia sobre isso? 

Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2

Nesse versículo a Bíblia nos ensina a sair do conformismo e renovar nossa mente, quebrar paradigmas, dogmas e preconceitos. A palavra "dogma" que significa verdade inquestionável não tem nada a ver com cristianismo, pois ainda em Romanos nos é advertido para entregar nosso culto racional a Deus, é algo que eu sim questiono, pergunto e busco a verdade constantemente até conhecer a "boa, agradável e perfeita vontade de Deus."

Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo; Filipenses 1:6

Como poderia Deus aperfeiçoar aquilo que considero inquestionável?

O cristianismo não se trata de Deus me aceitar como sou, nem eu mesmo me conformar com a minha pessoa, e sim nos render a ser transformados por Ele. Se trata de "matar" a mim mesmo, junto com todas as minhas verdades inquestionáveis e viver para Cristo.

A partir desse momento, que Jesus chama de "nascer de novo", já não importa o que EU acho, penso, sinto e desejo.. e sim a vontade daquele que me amou antes mesmo de eu nascer.

Não se trata de Deus me aceitar como sou, e sim eu aceitar que Jesus Cristo transforme minha vida para que eu possa ser o projeto original que Ele imaginou para mim e que por muitas circunstancias minha vida não seguiu esse plano perfeito.

Talvez isso incluí mudar minha vida por completo, minha forma de vestir, meu modo de falar, as pessoas com que eu me relaciono, o modo que eu olho a mim mesmo no espelho, meu endereço, filosofia, visão política, igreja e até mesmo o que considero como religião.

Se alguma dessas coisas não é possível para você mudar caso Deus te pedir, então existe um grande problema: isso é mais importante do que Jesus na sua vida, e desculpe dizer, é provável que você não seja um verdadeiro cristão.

Quando eu tinha 10 anos eu perguntei ao meu pastor o que era idolatria, ele me respondeu que tudo que eu não poderia deixar por amor a Deus é idolatria.
Há 19 anos eu tenho o costume de identificar algo que eu gosto/amo e me perguntar: "Eu deixaria disso por Deus?".

Por um par de vezes chorei em silêncio ao descobrir que não gostaria de entregar isso a Deus, e até ficaria chateada se Ele me pedisse, foi então que eu vi que alguém ou alguma coisa estava ocupando o lugar de Jesus no meu coração e eu tinha que renunciar e entregar nas mãos dEle.

Estou casada a pouco mais de 1 ano, e meu marido é a pessoa que mais amo, não posso mais imaginar minha vida sem ele. Passamos o dia inteiro juntos e fazemos muitos planos, espero um dia completar bodas de ouro, diamantes e tudo mais de pedras preciosas que existe. Mas um dia me dei conta que não gostaria nem de passar um dia inteiro longe dele, nem mesmo se Deus me pedisse, e ai está o problema: não é errado querer estar ao lado do marido, na verdade é totalmente bíblico, mas Jesus disse:

Se alguém vem a mim e ama o seu pai, sua mãe, sua mulher (conjugue), seus filhos, seus irmãos e irmãs, e até sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo. Lucas 14:26

A vida cristã é um exercício diário de entrega, de renunciar a si mesmo, aquilo que somos e ser menos para que Ele seja mais, ser pequeno para que Ele seja grande, se trata de dizer não ao que eu quero, por amor a vontade Dele.

É necessário que Ele cresça e que eu diminua. João 3:30

Disso se trata o cristianismo: "nasci assim, morri à mim mesmo, fui transformado e vou viver eternamente para Ele"





Nenhum comentário:

Postar um comentário